28/01/2022 00:26:34

28/12/2007 00:00:00

Utilidade Pública


Utilidade Pública

Depois do feriado de Natal, quando o consumo de sangue foi intenso em todo o Estado, o estoque do Hemocentro de Alagoas (Hemoal) é considerado crítico. Por essa razão e, principalmente diante do feriadão do Reveillon, quando se presume que o percentual de transfusões irá triplicar, a direção do órgão apela para a sensibilidade dos alagoanos, com o intuito de aumentar o número de doadores voluntários.

Os voluntários podem comparecer à sede do Hemoal, localizada em prédio anexo à Unidade de Emergência Dr. Armando Lages, no bairro do Trapiche. O órgão funcionará para coleta nesta quinta e sexta-feira, das 7 às 19 horas e, no sábado, até o meio dia. Mas para facilitar a doação, a direção da Hemorrede estará realizando coleta externa na Praça Deodoro nesta sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Para isso, uma equipe multidisciplinar estará concentrada na coleta itinerante, paralelamente ao atendimento que estará acontecendo na sede do Hemoal. E após a doação os voluntários receberão além de um lanche especial uma camisa institucional, que não representa uma troca, mas uma forma de divulgar a importância da doação de sangue.

“Fazemos um apelo aos alagoanos para que compareçam ao Hemoal e à Praça Deodoro nesta sexta-feira, pois nossa situação é preocupante e o sangue é o único remédio que não pode ser encontrado nas farmácias, mas por meio da solidariedade. Por isso, salientamos que a doação pode ser a última oportunidade que os alagoanos terão de praticar um gesto solidário até o término de 2007”, relembra a diretora do Hemoal, Izaura Alves Pinto.

Ela ressalta, ainda, que o Hemoal é o responsável pelo abastecimento de sangue todos os hospitais, maternidades, mini pronto-socorros e as Unidades de Emergência do Agreste (Arapiraca) e Armando Lages (Maceió). “Em razão dessa responsabilidade temos que apelar para a sensibilidade da sociedade, pois cada um de nós pode vir a necessitar de uma transfusão. Daí porque, a doação de sangue ser um gesto que pode salvar a vida do próximo e a nossa”, salienta Izaura Alves Pinto.

Doação

Para efetuar a doação de sangue os candidatos devem portar um documento de identificação com foto, ter entre 18 e 65 anos de idade, pesar no mínimo 50 kg e não ter contraído hepatite após os 10 anos, doença de Chagas, sífilis e AIDS. No caso de lactantes e gestantes a doação não é permitida, e para os que irão repetir o procedimento, estipula-se um prazo de dois meses para os homens e três para as mulheres.

Fonte: Ascom/Hemoal