17/11/2019 09:58:35

20/10/2007 00:00:00

Esportes


Esportes

Agora pela manhã, os moradores do Pontal da Barra participam da quinta edição do Ecovela e da gincana ecológica. O evento já faz parte do calendário turístico e esportivo do bairro e é promovido pela Braskem. Este ano, o evento promete ser ainda maior. A quinta edição da regata de canoas e gincana ecológica começou no dia 18 de outubro e se estende até o dia de hoje, com uma vasta programação.

O evento inclui a escolha da Miss Ecovela, uma feira de cultura, gastronomia e artesanato, reunindo 22 municípios, além de diversas atrações musicais, teatrais e folclóricas. Daqui a pouco será dada a largada para a competição de vela. Conforme os organizadores, 200 embarcações participam da competição que deve reunir 450 pescadores dos bairros da orla lagunar de Maceió e mais 10 cidades do Estado.

Na manhã de hoje, também será realizada a gincana, que já é uma tradição. As equipes se empenham para recolher a maior quantidade de lixo das lagoas Mundaú e Manguaba. Segundo os organizadores, a prova é uma forma de estimular a preservação do complexo estuarino-lagunar e, no ano passado, resultou na retirada de mais de cinco toneladas de resíduos.

O coordenador do evento, Jorge Mário Lisboa, conta que a competição que começou apenas para mobilizar a comunidade, resultou numa ação extremamente benéfica entre os pescadores. “A relação deles com a lagoa mudou sensivelmente. Hoje, eles têm consciência de que são atores centrais no processo de preservação do complexo lagunar, pois dependem dele para viver. E era essa a nossa intenção ao criarmos o Ecovela, a regata foi apenas a isca para mobilizar os pescadores”, afirma.

Para o gerente de Relações Institucionais da Braskem, Cláudio Pimentel, há um outro elemento importante na evolução do festival Ecovela: o envolvimento da comunidade do Pontal e dos municípios do complexo lagunar Mundaú-Manguaba e rio São Francisco na sua realização. “O evento saiu do objetivo puro e simples da regata para se tornar uma atração cultural-social-econômica e esportiva do bairro do Pontal da Barra e das cidades que participam da competição. Artesãos, doceiras e artistas populares viraram atração do Ecovela com sua participação na feira; as costureiras do Pontal são quem preparam as velas e os pescadores pintam as canoas”, observa.

Além dessa mudança, que é, na verdade, um cumprimento de metas, o Ecovela vem crescendo em público, participantes e atrações. Nesta quinta edição, serão três dias de evento numa programação que começa na quinta-feira à noite, no Complexo de Lazer Gonçalo Minim D´Lins, com a realização do concurso Miss Ecovela. Vinte e sete jovens dos dez municípios que participam da regata disputam os títulos de rainha, princesas e Miss Simpatia. Além da premiação, a vencedora já se classifica automaticamente para o Miss Alagoas.

O festival Ecovela é uma realização da Braskem que surgiu há cinco anos como forma de mobilizar os pescadores e a comunidade em torno da problemática ambiental. O evento conta com o apoio da Prefeitura de Maceió, governo do Estado, Associação de Moradores do Pontal da Barra e Capitania dos Portos. A expectativa da organização é de atrair para o bairro mais de mil pessoas no dia da regata.

Fonte: Com informações da assessoria



Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2645
Google News