17/11/2019 10:23:47

19/10/2007 00:00:00

Cultura


Cultura

No sábado, dia 20 de outubro, a jornalista do Alagoas 24 Horas, Vanessa Alencar lança sua mais recente obra, Vermelho nas Mãos, na III Bienal Nacional do Livro de Alagoas. O lançamento ocorreu no stand da Biblioteca Pública do Estado. Na quarta-feira, dia 25, acontece nova noite de autógrafos do livro, desta vez no stand da Editora Catavento. Durante a Bienal, o livro da autora será comercializado por R$ 10.

Vermelho nas mãos, quarto livro de Vanessa Alencar - que já possui em seu currículo A essência do olhar (1991), Infinita magia (1996), ambos de poesia, e o de contos Por que amamos insanos? (2000), – é a retomada da produção literária ficcional da autora. Assim como no livro de contos anterior, a matéria prima de Vermelho nas mãos é o comportamento dos seres humanos, suas paixões, delírios, fraquezas, vaidades e tragédias, tudo dissecado pelo olhar crítico e irônico da autora.

A obra, que tem o selo da editora Catavento, chega aos leitores após ter sido premiado na segunda edição do Projeto Alagoas em Cena 2006 - Programa Estadual de Fomento, Incentivo e Circulação Cultural, promovido no ano passado pela Secretaria de Cultura do Estado de Alagoas (Secult). Das seis obras premiadas na categoria literária (romance, contos e poesia), o livro de Vanessa Alencar é o segundo a ser lançado.

Jornalista formada pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Vanessa Alencar já integrou o quadro de diversas assessorias de imprensa, agência de publicidade e redações de jornais e agora faz parte da atual equipe do Alagoas 24 Horas.

A Bienal começa, nesta sexta-feira, dia 19. A organização do evento espera movimentar cerca de R$ 2 milhões em vendas de livros e atingir, durante os 10 dias de evento, o público de 100 mil visitantes. De acordo com a reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Anda Dayse Dorea, a universidade tem o compromisso social de incluir para transformar e aproveita, em um evento como este, mostrar o seu compromisso com o estado de Alagoas.

“A Universidade organiza, provoca e faz o evento, mas a Bienal só é possível por que a sociedade faz com que ela aconteça”, garantiu Dorea. O evento, organizado pela Ufal, acontece de 19 a 28 de outubro, no Centro de Convenções, no horário das 10h às 22h.

Nota da Editoria da www.tribunauniao.com.br: - É motiovo de imensa satisfação de todos nós que fazemos este portal informativo da Zona da Mata Alagoana registrar esta matéria. Vanessa, com o dom da escrever demonstra, ao lançar seu trabalho na Bienal do Livro de Alagoas, que nosso estado tem lugar reservado para as boas coisas, o que contradiz as manchetes nefastas sobre nossa gente tão divulgadas em destaque pela mídia nacional, numa eloqüente prova do potencial da educação e da sensibilidade dos alagoanos. Parabéns Vanessa. Você com sua obra é um oásis para o momento alagoano.

Da Editoria

Galeria




Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2645
Google News