15/11/2019 04:58:33

16/10/2007 00:00:00

Polícia


Polícia

O Conselho de Segurança do Estado por unanimidade, decidiu ontem, que irá propor ainda está semana ao governo do Estado a implantação de um convênio com o Ministério da Justiça, solicitando o auxílio da Força de Segurança Nacional no combate ao crime em Alagoas.

Para o juiz Alberto Jorge Correia, que presidiu a reunião extraordinária do conselho, a vinda da Força de Segurança Nacional para o Estado irá ajudar a resolução e combate da criminalidade no Estado. “A vinda da Força de Segurança Nacional seria para trabalhar precisamente no serviço de inteligência, além no suporte de equipamentos para nossas forças policiais”, enfatizou Alberto Jorge.

Ainda na reunião o conselheiro Tutmés Airan, propôs que a intervenção acontecesse pelo menos, enquanto a Polícia Civil está em greve. “A atuação da Força seria, pelo menos, durante a greve da Polícia Civil, que é responsável prioritariamente sobre as investigações de crimes. Se for o caso, vamos à Brasília para nos reunirmos com o ministro da Justiça, Tarso Genro, e com a Secretaria Nacional de Segurança Pública”, disse.

O Conselho de Segurança deve sugerir também a criação de uma política pública de segurança que gerencie o serviço de inteligência das polícias civil e militar, através de um compartilhamento de informações. Assim, o Conselho teria atribuição de indicar o gestor para comandar uma eventual comissão, que centralize estes dados.

“Com a possibilidade desta integração, os bandidos deverão tomar mais cuidado, pois os resultados serão mais eficientes”, afirmou o conselheiro, delegado Arnaldo Soares de Carvalho. Em 30 dias, o Conselho de Segurança vai apresentar um modelo de gestão integrado de informações entre as forças policiais alagoanas.

Fonte: Com informações Secom Alagoas



Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2632
Google News