24/08/2019 12:51:10

Alagoas
29/04/2011 11:03:20

Chuva desabriga 150 famílias em cidade alagoana destruída pelas enchentes de 2010


Chuva desabriga 150 famílias em cidade alagoana destruída pelas enchentes de 2010
Rio Manguaba em Judiá

Coom tudonahora //

 

Mais de 150 famílias estão desabrigadas e casas desabaram no município de Jundiá, na região Norte de Alagoas, onde o Rio Manguaba transbordou na madrugada desta sexta-feira (29). A Prefeitura informou que decretou estado de calamidade pública e, de acordo com a Defesa Civil Municipal, a situação no município já é mais grave do que na enchente do ano passado, quando 150 famílias ficaram desabrigadas. O nível do rio está mais alto do que no ano passado e, para piorar a situação, as famílias que ficaram sem casa em 2010 voltaram para as áreas de risco porque as obras da reconstrução ainda não começaram no município.

 

“A Prefeitura fez a doação do terreno, mas a construtora ainda nem apareceu para o início das obras. Sem ter para onde ir, as famílias voltaram a ocupar as antigas casas na margem do rio e agora a situação é mais difícil, porque o rio subiu pelo menos um metro a mais do que no ano passado”, informou o prefeito Beroaldo Rufino.

 

O prefeito afirmou que parte das pessoas que tiveram casas alagadas está sendo removida para o Mercado Público Municipal, mas as que moram nos conjuntos João Rufino e Jaime Machado, onde as casas desabaram, estão isoladas porque a ponte de acesso ao local está submersa. Falta energia e não há comunicação telefônica. “Logo cedo, quando o nível do rio começou a subir, orientamos as pessoas a deixar as casas ameaçadas e se dirigir para áreas mais altas, mas agora essas localidades estão sem energia, sem telefone e sem acesso”, disse Rufino.

 

O prefeito disse que no local existe um mercado e um clube e que voluntários atuam na remoção das pessoas, mas está sendo estudada uma forma de atendimento mais efetivo. “Só podemos avaliar a situação quando as águas baixarem, mas temos gente orientada para atender os desabrigados do outro lado”, explicou o prefeito.

 

O coordenador da Defesa Civil Municipal, Diógenes dos Santos, afirmou que o socorro das famílias está sendo providenciando, mas já acionou o Corpo de Bombeiros, em Maragogi para atuar nas ações em áreas de risco.

 

A assessoria da Secretaria de Estado da Infraestrutura informou que as obras da reconstrução no município ainda não foram contratadas porque o governo federal não liberou os recursos. Na próxima quinta-feira (12), haverá reunião com a Caixa Econômica Federal para resolver a situação.

 

As chuvas também causaram estragos em São Luiz do Quitunde, também no Norte de Alagoas. Segundo moradores, uma barreira desabou sobre uma casa, matando uma criança de sete anos. O município também foi atingido pelas enchentes do ano passado.




Enquete
Dos nomes abaixo qual você escolheria votar para Prefeito?
Total de votos: 1648
Google News