12/11/2019 07:19:34

11/10/2007 00:00:00

Alagoas


Alagoas
O arcebispo de Maceió, dom Antônio Muniz, anunciou para o próximo ano o início da construção da Fazenda Esperança, em Marechal Deodoro, com uma área de 42 hectares doados pelo governo do Estado, destinado especialmente para a cura de dependentes químicos. A primeira unidade na fazenda será ativada ainda esta semana. Amanhã, católicos de várias igrejas de Maceió e interior do Estado, de forma voluntária, farão uma limpeza no local. Segundo o arcebispo, essa vai ser a primeira instituição em Alagoas voltada para a cura de drogados.
 
"A igreja está preocupada com o grande índice de jovens que estão seguindo o caminho das drogas, por isso essa iniciativa para tirar os jovens do caminho das drogas. A primeira fazenda foi construída em Guaratinguetá, em São Paulo, onde os resultados de freqüência e cura vêm superando todas as expectativas. Inicialmente a fazenda irá abrigar 40 jovens, que ali permanecerão até a recuperação plena. Vários padres e psicólogos que irão administrar a fazenda retornaram semana passada de Guaratingutá, onde participaram de um treinamento", disse o arcebispo Muniz.
 
"Estamos lutando com as forças de Deus para darmos início ainda este ano a construção da obra, que irá tirar centenas de jovens alagoanos do vício das drogas. Esses 40 jovens do projeto inicial terão toda a assistência, principalmente psicológicas, para deixarem de vez as drogas e se reintegrarem à sociedade. O Estado e o País estão perdendo muito, porque a cada dia surgem novos viciados e, apesar do trabalho de repreensão desenvolvido pelas polícias, a cada momento surge mais um traficante e o objetivo da igreja é retirar a sobrevivência dessas pessoas que estão cometendo um crime, para mim considerado hediondo, que é incluir adolescentes e jovens no caminho das drogras", lamentou o arcebispo dom Antônio Muniz.

com alemtemporeal // Cícero Santana



Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2620
Google News