11/12/2019 21:37:31

Polícia
22/04/2011 22:02:17

Morador de rua é morto a facadas em Jaraguá


Morador de rua é morto a facadas em Jaraguá
Henrique foi morto a facadas

Com gazetaweb // bruno soriano

 

Um morador de rua identificado apenas como 'Henrique', de 29 anos, foi assassinado a golpes de faca na tarde desta sexta-feira da Paixão, em frente ao clube Fêniz Alagoana, no bairro Jaraguá, em Maceió. De acordo com informação do sargento PM Rocha, do 1º Batalhão, a vítima teria sido golpeada ao menos duas vezes na região do abdômen, chegando a caminhar até a calçada para pedir socorro. Ele não resistiu aos ferimentos e faleceu ainda no local, apesar de uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ter sido acionada para a ocorrência. Ano passado, mais de 30 moradores de rua foram assassinados em Maceió - o desta sexta-feira é o segundo caso em menos de uma semana.


Henrique teria sido morto por dois homens não identificados e que teriam fugido em uma bicicleta. A vítima deixa a companheira, Maria da Conceição, de 40 anos, grávida de gêmeos. Índia, como é mais conhecida, também é moradora de rua e disse à reportagem da Gazetaweb que seu companheiro teria inimizades no Conjunto Cidade Sorriso, bairro Benedito Bentes, em Maceió. "Ele não usava drogas, mas bebia muito", comentou Maria, acrescentando que, no momento do crime, havia entrado no Clube Fênix, onde, segundo ela, a mãe trabalha.

"Não vi nada. Pensei até que ele estava vomitando por causa da bebida. Mas depois me disseram que ele foi morto por dois homens numa bicicleta. Não conheço ninguém da família dele e estou grávida de gêmeos há três meses", relatou a ex-companheira de Henrique, relatando que o mesmo já vinha sendo procurado pelos algozes.

"Eu dormia com ele nas proximidades das barracas de artesanato da Pajuçara. Acho que ele morreu por causa de 'briga de galera'", emendou Maria da Conceição. "Não precisou chorar para mostrar minha tristeza. Minha dor é interna, vem do coração", finalizou a moradora de rua, que até criticou a falta de assistência pela Prefeitura de Maceió.

Equipes do Instituto de Criminalística e Instituto Médico Legal (IML) foram acionados, para perícia e recolhimento do corpo, respectivamente.


Galeria




Enquete
Você concorda com a redução de horário das delegacias de Alagoas
Total de votos: 44
Google News