24/08/2019 12:41:37

Alagoas
22/04/2011 17:41:15

Afal oferece linha de crédito para vítimas das enchentes


Afal oferece linha de crédito para vítimas das enchentes
Fábio Melo Diretor da Afal

Com ojornal-al //

 

A Agência de Fomento de Alagoas (Afal) vai oferecer linhas de crédito (empréstimos) para microempreendedores de 19 municípios alagoanos, que tiveram seus negócios comprometidos por conta das enchentes que atingiram o Estado em junho de 2010.

 

A iniciativa, que faz parte do programa SOS Empresa, desenvolvido pelo Sebrae, é voltado para os empreendedores que não conseguiram obter os empréstimos concedidos pelos órgãos oficiais – Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste (BNB), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Banco do Brasil – no ano passado, devido aos requisitos impostos pelos bancos e pela falta da documentação necessária.

 

Os valores dos empréstimos chegam a até R$ 10 mil e os números dos financiamentos são definidos após o encaminhamento das propostas dos comerciantes, que é analisada pela equipe técnica da Afal responsável por traçar o plano de ações para os empreendedores. Esse planejamento determina qual será a ordem dos recursos para atender às demandas de cada setor do empreendimento, e orienta os empresários com o objetivo de potencializar os negócios.

Os micros, pequenos e médios empresários terão até 24 meses para pagar o financiamento. Para obter o crédito, os interessados necessitam estar apenas com sua empresa e seu cadastro legalizados. A Afal vai oferecer uma carência de até dois meses para os empreendedores, dependendo da forma de parcelamento estabelecida previamente.

 

O programa atenderá empresários de todos os setores do comércio. Mesmo após a concessão do crédito, a Afal fará um acompanhamento mensal para verificar como os recursos estão sendo utilizados.

 

Esse trabalho foi iniciado em janeiro nos municípios de União dos Palmares e Paulo Jacinto. Até o final de maio, as visitas serão concluídas, para que no mês de junho os empréstimos passem a ser concedidos em todas as 19 cidades dos vales do Paraíba e Mundaú.

 

Segundo o diretor de Projetos da Afal, Fábio Leão, apenas no município de Paulo Jacinto, um dos que apresentam o menor número de estabelecimentos comerciais, doze cadastros já foram aprovados e os empréstimos cedidos. Ele comentou sobre o trabalho de sensibilização da comunidade que foi feito, para que os microempreendedores pudessem conhecer a linha de crédito oferecida pela Afal com todas as suas vantagens.

 

“O número de atendimentos em União dos Palmares foi bastante considerável. Nosso trabalho nesse município conta com outro importante parceiro, a Fecomércio. A nossa meta é de que mais de 300 pessoas sejam contempladas com o programa, que vai trazer uma nova perspectiva de vida para essas pessoas, que estão sendo obrigadas a recomeçar”, fala Fábio Leão.

 

O diretor falou sobre as facilidades e benefícios oferecidos pela linha de crédito da Afal, como a carência oferecida aos empresários, e a não cobrança de garantia real – que é no valor de 130% nos bancos – e o apoio de profissionais para uma melhor utilização dos recursos.

 

“Muitas pessoas tiveram dificuldade. A grande maioria perdeu seus documentos. Além disso, operações com valores baixos, como por exemplo, R$ 800 reais, não são viáveis para os bancos, devido ao alto investimento feito numa transação de crédito. Nossa ideia é atender todas as pessoas que não foram assistidas, além de fortalecer o trabalho daqueles que tiveram seus empréstimos liberados pelos bancos oficiais”, explica.


 



Enquete
Dos nomes abaixo qual você escolheria votar para Prefeito?
Total de votos: 1647
Google News