17/11/2019 07:54:55

09/10/2007 00:00:00

Economia


Economia

Os funcionários da Caixa Econômica Federal (CEF) em Alagoas retornam ao trabalho a partir de amanhã. A decisão foi tomada no início da noite depois da assembléia realizada no Sindicato dos Bancários, no Centro de Maceió.

De acordo com o Diretor do Sindicato dos Bancários em Alagoas, Márcio dos Anjos, os trabalhadores acataram a decisão do comando nacional que garantiu o avanço nas negociações. A proposta só foi recusada pelos bancários de Belo Horizonte (MG).

As reivindicações dos funcionários foram aceitas na maioria dos Estados. Eles obtiveram o reajuste salarial de 6%, um novo PCS (Plano de Carreiras e Salários) - que será implantado a partir do mês de julho de 2008 - e o melhoramento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados). Os bancários conseguiram também que não fossem descontados dos salários os dias em que estiveram paralisados.

Reivindicações

Os bancários da Caixa estavam em greve desde a quarta-feira passada. A categoria pedia um reajuste salarial de 10,3%, que corresponde a 5,5% de aumento real nos salários, participação nos lucros e resultados (PLR) de dois salários mínimos e uma parcela fixa de R$ 3.500. Além disso, eles reivindicam a fixação de um piso salarial de R$ 1.628,24.

Proposta aprovada

A proposta apresentada pela Caixa foi de reajuste de 6%, incidente também sobre as verbas como tíquete-refeição, cesta-alimentação, auxílio-creche/babá, entre outros. A participação nos lucros e resultados para os empregados não-comissionados (técnicos bancários e escriturários) passou a R$ 4.100 e para os comissionados, a R$ 4.362,84.

A Caixa também se comprometeu a contratar mais 3 mil empregados até dezembro deste ano e realizar concurso público em março de 2008, segundo o sindicato.

Fonte: G1



Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2644
Google News