15/11/2019 04:51:28

24/09/2007 00:00:00

Interior


Interior

O ex-vereador e candidato já em campanha pelo município de Pilar, José Elio do Nascimento, foi assassinado na manhã de hoje, dia 23, no município. O crime aconteceu por volta das 9h30, quando a vítima foi surpreendida por mais de dez disparos de pistola desferidos contra ele por dois homens em uma moto.

José Elio, ou Elio Goití como era conhecido na região, era filiado ao PSDB e já tinha cumprido quatro mandatos como vereador deixando a Câmara Municipal da cidade apenas nas últimas eleições, quando sofreu sua primeira derrota. Visando as eleições de 2008, ele já estava em plena campanha na cidade.

Testemunhas dão conta que dois homens numa moto, cujas placas não foram anotadas, já chegaram atirando. Segundo elas, Elio Goití estava sentado na calçada da casa de um compadre, que também era cabo eleitoral da vítima, quando a moto apareceu e um dos homens efetuou os disparos contra o ex-vereador.

A vítima tinha acabado de chegar de um jogo de futebol com os amigos e tinha ido conversar com o compadre antes de ir para casa.

O irmão da vítima, Marcelo do Nascimento, afirma que estava há uma distância relativamente pequena do lugar e que os criminosos passaram por ele na moto enquanto fugiam do local do crime. “Eu jamais poderia imaginar que aqueles dois tinham matado meu irmão”, diz.

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) estiveram no local e chegaram a contar dez cápsulas de munição na cena do crime. Segundo eles, ainda é cedo para afirmar quantos dos tiros disparados atingiram a vítima.

As testemunhas, todas ainda muito nervosas, afirmam que Elio Goití ainda tentou correr, mas caiu cerca de cinco metros depois do local onde recebeu os primeiros tiros. Na cena do crime, ainda era possível o par de chuteiras e as caneleiras que o ex-vereador tinha usado minutos antes em um jogo de futebol com os amigos.

Questionado sobre uma possível causa para alguém desejar a morte do irmão, Marcelo do Nascimento disse que o ex-vereador não tinha inimigos declarados, mas destacou que no mundo da política nem sempre as coisas são declaradas.

“O que sei é que todo mundo nessa cidade sabia que, todos os domingos, eu, meu irmão e nossos amigos fazíamos nosso ‘rachinha’ nesse campo. Quem fez isso sabia como ele vivia sua vida e planejou a hora de atacar”, afirmou.

O corpo de Elio Goití foi levado para o Instituto Médico Legal Estácio de Lima, em Maceió, onde vai passar por perícia técnica. O corpo deve ser liberado para sepultamento ainda hoje.

com alagoasagora

Galeria




Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2632
Google News