14/11/2019 03:51:14

24/09/2007 00:00:00

Maceió


Maceió
Eliane Aquino
 
O governador Teotonio Vilela esteve, neste domingo, na favela da Torre, onde um incêndio destruiu completamente 49 barracos e atingiu parcialmente mais onze. A área, conhecida como Sururu de Capote, nas imediações do Papódromo, tem dois mil barracos, e está incluída no projeto de reurbanização do governo estadual, com recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento -, do governo federal.
Segundo o governador, o Estado vai trabalhar em parceria com a Prefeitura de Maceió para ajudar as famílias vitimadas pelo incêndio, iniciando pelas ações emergenciais, como abrigo, alimentação e vestiário. Teotonio percorreu os destroços dos barracos e lamentou a tragédia, que felizmente não resultou em vítimas fatais ou feridas. “O Corpo de Bombeiros agiu com muita agilidade e competência”, avaliou.
O governador conversou com lideranças comunitárias da localidade e disse que, tão logo soube da notícia, mandou uma equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social, junto com a Defesa Civil, auxiliar as vítimas. “Estamos aqui para ajudar o município no que for preciso para que esse sofrimento seja o menor possível”, disse Teotonio, que foi acompanhado da secretaria Solange Jurema, do Desenvolvimento Social, do diretor-presidente da Agência Estadual de Habitação, Marcos Fireman, e do coronel Jadir Ferreira, da Defesa Civil.
 
Alternativa – Há a possibilidade de o Estado encaminhar essas 60 famílias para casas populares construídas pela Prefeitura Municipal, até que o conjunto que será destinado para a população do Sururu de Capote esteja concluído. A alternativa foi sugerida ao governador por Fireman, que participará amanhã de uma reunião, entre técnicos da Prefeitura de Maceió com representantes dos moradores da favela.
Segundo Fireman, essas casas, na área do Benedito Bentes, estão em fase de conclusão e podem abrigar as vítimas desse incêndio por um período provisório. “O governador determinou que fosse feito esse contato com a Prefeitura e essa pode ser uma solução para o problema emergencial”, enfatizou. A possibilidade agradou às lideranças dos moradores. “O governador esteve aqui para se solidarizar com as vítimas e colocar a estrutura do Estado à disposição para amenizarmos o sofrimento dessas pessoas”, afirmou a secretária Solange Jurema.
Amanhã, segunda-feira, o governador visita a adutora do Caçamba, em Quebrangulo, que terá o nome do deputado Helenildo Ribeiro, e a Barragem do Bálsamo, em Palmeira dos Índios. Ainda em Palmeira, Teotonio anunciará obras para o município e entregará dois respiradores para a UTI neonatal do Hospital Santa Rita.
Com agencia alagoas


Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2627
Google News