20/11/2019 13:28:23

09/10/2010 00:00:00

Municipios


Municipios

Com alagoas24horas // cláudia galvão

Uma tragédia abalou a cidade de Palmeira dos Índios neste fim de semana. Uma brincadeira de criança terminou de forma trágica no começa da noite de ontem, 8, quando uma ‘bomba’ de fabricação artesanal explodiu e provocou politraumatismo em uma criança de apenas 12 anos. Vitor Ferreira da Silva foi atingido por pedaços de paralelepípedo na cabeça, perdeu dentes e teve traumatismo craniano, vindo a falecer.

Outros dois menores, de 10 e 15 anos, tiveram ferimentos leves e foram encaminhados para o Hospital Regional Santa Rita. A ‘brincadeira teve início quando os menores tiveram acesso a material explosivo – cuja origem ainda está sendo investigada. Os meninos teriam desmontado as bombas (fogos de artifícios), cavado um buraco para armazenar a pólvora e posteriormente colocado uma pedra em cima. Com o ‘artefato’ pronto, os meninos decidiram introduzir um pavio e atearam fogo, sem avaliar o poder da explosão.

De acordo com informações colhidas junto à Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, uma pedra (com tamanho aproximado de um paralelepípedo) teria sido arremessada contra Vitor, que foi atingido na cabeça. O menino ainda foi socorrido, mas já chegou sem vida ao hospital.

O acidente ocorreu na Travessa Domingos Roque, bairro São Luiz, logo no acesso à cidade de Palmeira dos Índios e mobilizou familiares, a comunidade, policiais e bombeiros. O corpo do menor foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Arapiraca, onde foi submetido à necropsia e já foi liberado para sepultamento, que ocorre na tarde deste sábado.

O caso está sendo investigado pelo delegado José Vilson Araújo, titular de Quebrangulo, que está de plantão na regional de Palmeira dos Índios.



Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2670
Google News