20/09/2019 02:31:12

27/09/2010 00:00:00

Tv Tribuna União


Tv Tribuna União

antonio aragão //

A manhã deste domingo (2010 26 set) foi bastante movimentada nos bastidores da Policia Civil de União dos Palmares e Maceió com a presença na Delegacia Regional do Diretor Geral da Policia Civil Marcilio Barenco (coordenador de duas operações simultâneas que foram efetuadas), do Diretor Adjunto da PC-AL, Paulo Cerqueira, do DEIC (Divisão de Investigações Especiais) e dos Delegados Mauricio Duarte (DFPJ-2) Rodrigo Rubiale (DPJ-3) Cícero Lima (Regional de União dos Palmares), além do Promotor de Justiça Tácito Yuri.

Em União dos Palmares, segundo a imprensa local, a investida foi contra o crime organizado, sendo procurados o PM Jailson, seu irmão Givanildo Vicente de Melo o ‘Tó’, Givaldo Vicente de Melo (irmão de Jailson) Fábio Borges e o PM Borges, mas nenhum dos acusados foi encontrado. Já na residência do policial Lenildo, foram localizadas a mãe do policial e sua namorada além de uma arma de fogo pertencente ao PM, mas com registro, segundo a Policia Civil.

Na cidade de Santana do Mundaú, a presença do aparato foi com intenções diferentes: eles buscavam provas de crime eleitoral além da tentativa de deter o ex-Prefeito Antonio Lourenço que não foi encontrado. Na residência deste, várias munições de pistola calibre 380, que ensejaram a prisão do rapaz Tamires Lourenço filho de Lourenço, que no final da tarde foi liberado após pagar fiança.

Também foi revistada a residência da Secretaria de Assistencia Social Silvana (cuja prisão foi decretada na manhã de hoje pelo Juiz Marcelo Tadeu), e do contador da Prefeitura Valmir Cavalcanti, além da residência do Prefeito Eloi da Silva conhecido como ‘Loia’ onde os agentes da lei encontraram alguns utensílios que foram apreendidos além de uma moto utilizada por um seu filho para fazer “trilha”, mas segundo parentes do prefeito, documentada. Foram apreendidos também dois computadores pessoais de propriedade dos filhos do prefeito.

Na Prefeitura Municipal, os policiais e os promotores como não localizaram ninguém, arrobaram a porta principal e adentraram ao interior do prédio onde arrancaram câmaras de segurança, quebraram portas, confiscaram CPU’s e até um cofre que segundo informações, teria algum dinheiro dentro. Salas da Procuradoria, Setor de Pessoal, Tesouraria, Gabinete de atendimento ao Público, Central Telefônica, Contabilidade, Gabinete do Prefeito além do Gabinete do Secretario Geral tiveram pilhas de documentos remexidos e os que interessavam confiscados.

Segundo um morador da cidade que pediu para não ser identificado, “o prefeito Loia não estava na hora em que entraram na Prefeitura: após cumprirem o Mandado, o prefeito foi chamado, quando um dos envolvidos na operação havia afirmado ser ele (Loia) ‘um homem de bem, porém seus secretários estavam acabando com o seu governo’.

A mesma fonte ainda afirmou que um dos supostos envolvidos, Elcio da Silva, que é filho do prefeito “está ausente porque esta internado em estado catatônico, (induzido a estado de demência por meio de drogas graças à depressão, desde a cheia) acompanhado da sua mãe, que é secretária de Saúde, de secretária de Assistencia Social Vânia e de um irmão, enquanto outro acusado, o empresário Eduardo que também não foi localizado não é o dono do posto, mas sim, sua esposa, que está no terceiro mês de gestação em gravidez de risco, sendo todos considerados foragidos da Justiça.

 

Veja como ficou a Prefeitura

http://www.youtube.com/watch?v=wYbb7gWWP2o

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




 

 

 

Galeria




Enquete
Dos nomes abaixo qual você escolheria votar para Prefeito?
Total de votos: 5483
Google News