02/12/2021 01:38:36

12/09/2007 00:00:00

Polícia


Polícia
Cerca de quarenta e nove armas entre fuzis, metralhadoras e pistolas, que eram utilizadas para o combate ao crime no Estado, foram entregues pela direção da Polícia Civil, ao Tático Integrado de Grupo de Resgate Especiais (Tigre) onde serão guardadas até ser solucionada a questão da greve dos policiais civis, que já atinge 39 dias.
 
O recolhimento das armas que eram utilizadas pelos policias civis foi determinada pelo governador Teotônio Vilela após a invasão dos grevistas ao desfile de 7 de setembro na praia da Avenida.
 
Segundo um policial que não quis ser identificado a entrega das armas deixa a população alagoana ainda mais desguarnecida e a mercê dos bandidos. “Quem está agradecendo toda esta situação é a bandidagem, pois agora não há mais trabalho investigativo e os policiais militares que deviam estar nas ruas estão protegendo prédios públicos” explicou ele.
 
O policial disse ainda que estas armas estão defasadas e foram cedidas pela políca federal e que sem elas a segurança no Estado o fica ainda mais comprometida.
 


Enquete
Qual desses politicos alagoanos você votaria para Governador em 2022?
Total de votos: 16
Google News