02/12/2021 01:56:20

10/09/2007 00:00:00

Interior


Interior

Acusado de improbidade administrativa, o prefeito de Pilar Marçal Prado, do PSDB, teve seu mandato cassado agora há pouco, em uma plenária constituída por integrantes do Legislativo do município, por oitos votos a um.

A sessão, presidida pela vereadora Patrícia Rocha, contou com o voto contra da vereadora Deuza Lages à cassação, que alegou não ter conhecimento do processo de Prado, pois assumiu a cargo na semana passada.

Os demais vereadores, Paulo Urbano, Luiz Carlos Omena, Marcelo Fortes, Patrícia Rocha, Beto Cavalcante, Damião dos Santos, José Hozano e Amaro Veloso votaram pela cassação de Prado.

Com a cassação, ficou também estabelecido o prazo de 30 dias para a realização de eleição indireta, que pode ratificar a presença do prefeito interino, Oziel Barros (PTdoB) , à frente do Executivo de Pilar.


Enquete
Qual desses politicos alagoanos você votaria para Governador em 2022?
Total de votos: 16
Google News