25/02/2021 22:00:15

11/07/2010 00:00:00

Polícia


Polícia

Com gazetaweb // janaina ribeiro e bruno soriano

A polícia ainda não confirma, mas o jovem identificado apenas como ‘Dito’, assassinado por volta das 20 horas deste domingo, na Avenida Juca Sampaio, no Barro Duro, pode ter sido baleado por um policial à paisana, que teria presenciado uma suposta tentativa de assalto que estava sendo praticada pela vítima.

Segundo o Cabo Oscar, do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE), testemunhas contaram que ‘Dito’ teria chegado a um ponto de ônibus, localizado em frente ao Residencial Bariloche, acompanhado de um outro jovem que estaria armado. A dupla anunciara o assalto contra um homem que aguardava o transporte coletivo e, antes do crime ser consumado, um suposto policial, que estaria à paisana, estranhou a movimentação dos dois rapazes, percebeu a tentativa de roubo e teria atirado contra eles. “Entretanto, essa é apenas uma versão para o fato. Não podemos afirmar que realmente foi isso que aconteceu porque o inquérito ainda será aberto. Mas essa linha de investigação não está descartada. Foram várias testemunhas que contaram a mesma coisa”, informou o militar.

‘Dito’ morreu com pelo menos dois tiros na cabeça. Ele aparentava ter entre 20 e 25 anos e residia numa favela do bairro da Jatiúca.

Bebida

Um primo da vítima estive no local do crime. Ele não quis se identificar, mas afirmou que o seu parente já teria se envolvido em algumas confusões por causa de bebida. “Ele bebia demais e pode ter morrido por causa de uma rixa provocada por briga de bar. Mas pessoas disseram que ele tentou assaltar. Sobre esse tipo de crime, eu nunca soube de nada”, comentou.

O Instituto de Criminalística e o Instituto Médico Legal foram acionados para fazer a perícia e recolher o corpo.

 



Enquete
Você é favorável a privatização do SAAE de União dos Palmares?
Total de votos: 314
Google News