25/02/2021 21:34:00

10/07/2010 00:00:00

Municipios


Municipios

Com alagoas24horeas // Ascom Sesau

Alagoas irá receber, na próxima semana, do Ministério da Saúde (MS) R$ 21 milhões que serão investidos na assistência e recomposição dos equipamentos danificados ou destruídos dos municípios afetados pela enchente e também para o reforço das 115 equipes do Programa Saúde da Família (PSF). O anúncio foi dado nesta sexta-feira (9) pelo secretário da Saúde, Herbert Motta, em reunião com os prefeitos dos municípios afetados pela enchente, no Palácio República dos Palmares.

Herbert Motta explicou que os recursos serão transferidos do Fundo Estadual de Saúde (FES) para os Fundos Municipais de Saúde (FMS) e para solicitação será preciso que os municípios apresentem um plano operativo identificando as ações que serão desenvolvidas e também será preciso o preenchimento de um ofício padrão disponibilizado no site da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

“O Estado já vem investindo, como recursos do Tesouro Estadual, nos municípios que foram afetados pela enchente na área de assistência hospitalar e de atenção básica; reforço nas equipes do PSF e na aquisição de insumos e medicamentos”, informou Motta. Ele também apresentou o modelo de um posto de saúde móvel, climatizado e que pode ser instalado nos municípios para atender à população até que sejam reconstruídas as unidades.

Na ocasião, Motta alertou sobre a importância das medidas a serem adotadas pelos gestores municipais diante do risco de contaminação de doenças infecto-contagiosas pelas vítimas da enchente, a exemplo da leptospirose, diarréia e tétano. “A leptospirose é uma doença que é transmitida pela água contaminada e lama e se a pessoa tiver algum ferimento pode contrair a bactéria. A doença é grave e pode levar ao óbito”, orientou.



Enquete
Você é favorável a privatização do SAAE de União dos Palmares?
Total de votos: 314
Google News