18/08/2019 21:32:00

28/06/2010 00:00:00

Polícia


Polícia

Com ascom-PC-Al //

O secretário de Defesa Social, Paulo Rubim, e o delegado-geral adjunto da Polícia Civil de Alagoas, José Edson de Freitas Júnior, revelaram na manhã desta segunda-feira (28), os detalhes da operação que resultou na prisão de três integrantes de uma quadrilha acusada de tráfico de drogas.

De acordo com o secretário, o trabalho teve a participação de agentes da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN), do 10º Distrito da Capital, com o apoio de agentes do Tigre (Tático Integrado de Grupamentos de Resgates Especiais) e da Superintendência de Inteligência da Secretaria de Defesa Social (SEDS).

Três pessoas foram presas, entre elas o agente penitenciário Ricardo José de Lima Nogueira, 28 anos. Também foram detidos: José Williams Cacemiro, 35, e Edmilson Alves de Souza, 39.

Com o grupo, os policiais civis apreenderam 51 quilos de maconha, que estavam em 40 embalagens feitas com fitas adesivas, e que foram avaliados em torno de R$ 50 mil. Inicialmente, houve a divulgação de que teriam sido 70 quilos, mas após a pesagem oficial constatou-se o peso real da droga. Um revólver, calibre 38, foi apreendido com o agente penitenciário.

As atividades criminosas do grupo já vinham sendo investigadas e as prisões aconteceram no acesso ao município de Rio Largo, em frente ao Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, na tarde de domingo (27).

O secretário Paulo Rubim informou que já existe em andamento, na Defesa Social, um inquérito administrativo contra o agente penitenciário Ricardo José, por abandono de emprego. “Agora, vamos abrir um novo processo e ele deverá ser expulso dos nossos quadros”, acrescentou.

O delegado José Edson explicou que o agente penitenciário estaria usando a influência do cargo para ajudar no transporte da droga de Pernambuco para Alagoas. Na hora da prisão, ele estava em um veículo Fox, prata, placa MNM 9418, de Campina Grande/PB, em companhia de Edmilson Alves.

Apontado como líder do grupo, José Cacemiro viajava em outro carro – um Celta, preto, placa KKM 6425, de Maceió/AL.

Todos serão indiciados por tráfico de drogas.



Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 516
Google News