02/12/2021 01:00:08

01/09/2007 00:00:00

Polícia


Polícia

Um simples passeio em família terminou em morte, na tarde deste sábado, na avenida Siqueira Campos, no Trapiche. O soldado militar da 3ª Companhia de São Miguel dos Campos, Emanoel Guilhermino da Silva, conhecido como Fininho, foi executado com seis tiros de pistola calibre 380 após parar no posto de combustível Texaco para abastecer seu veículo, um Fiesta prata, de placa 1311.

Segundo informações do coordenador da operação, capitão Jairo, no momento do assassinato, o ex-militar estava com a esposa e dois filhos quando foi abordado por dois homens armados em uma moto de cor vermelha.

“Quando foram deflagrados os tiros, as crianças e a esposa de ‘Fininho’ estavam no veículo, mas felizmente não ficaram feridos. Ainda abalados com o crime, foram levados para a Unidade de Emergência para serem medicados e em seguida, uma guarnição da PM os conduziram para residência de um parente”, disse.

Até o momento, os polícias do 1° Batalhão da Polícia Militar não têm informações sobre a identificação dos criminosos, já que, estavam com capacetes.

O caso será investigado pelo delegado Nivaldo Aleixo, do 23° Distrito Policial.

Acusações

Há cerca de 60 dias, Emanoel Guilhermino, saiu do presídio Militar, onde respondia pelo crime de pistolagem. Fininho era acusado de envolvimento no assassinato de Ebson Vasconcelos, o Eto, testemunha do caso Sílvio Vianna.

No local do crime, a polícia não descarta a hipótese de Fininho ter sido vítima de ‘queima de arquivo’.

Galeria




Enquete
Qual desses politicos alagoanos você votaria para Governador em 2022?
Total de votos: 16
Google News